Desde o lançamento de Knights of Sidonia (ainda não entendi o motivo de ainda não ter escrito um post sobre), a NETFLIX vem se mostrando bem interessada no mundo Cyberpunk, que já conhecemos de forma bem tímida com alguns pequenos sucessos espalhados no longo período de 30 a 40 anos. Isso acontece aqui no ocidente, no oriente o Cyberpunk já tem uma história linda, cheia de obras primas, mas não vou falar sobre isso neste post, me cobrem uma matéria sobre isso.. Sério… me cobrem mesmo!

Voltando para o Knights of Sidonia, que foi lançado em julho de 2014 pela NETFLIX, era visível a liberdade de criação da Polygon Pictures. O sucesso foi imediato, seguindo com a segunda temporada lançada em 2015, outro tiro certeiro. Isso deve ter dado coragem para a NETFLIX apostar mais nos projetos da Polygon Pictures, e com isso, temos um novo chamego de qualquer amante do Cyberpunk, BLAME!

Diferente de Knights of Sidonia, BLAME! é uma animação com 106 minutos de muita beleza e riqueza de detalhes nos traços bem feitos, mesclados com efeitos especiais tão delicados, deixando a sensação de extrema satisfação quando assistimos aos primeiros 3 minutos.

Mangá BLAME! lançado em 1998

Mangá BLAME! lançado em 1998

BLAME! é uma adaptação de uma série de mangás com dez volumes, escrita e ilustrada por Nihei Tsutomu e publicada pela editora Kodansha de 1998 até 2003, ano em que a série ganhou seis episódios ONA com um sétimo lançado somente em DVD. 14 anos depois, a NETFLIX e a Polygon Pictures surgem com um rebbot maravilhoso para quem ainda não conhecia a obra.

Sinopse:

Em um futuro no qual a humanidade foi quase toda dizimada, Killy é um aventureiro que vive em uma superestrutura vertical repleta de corredores, escadarias e até cavernas. Ele passa seus dias lutando para sobreviver, enfrentando ciborgues assassinos e monstros mutantes ao mesmo tempo em que tenta acessar a rede de computadores para localizar a informação necessária para salvar os seres humanos restantes.

Quem é quem?

Zuru - A faz "merdinha" da série

Zuru – A faz “merdinha” da série

Zuru
Versão Original | Sora Amamiya
Versão Brasileira | Raíssa Bueno

Sempre tem algum faz “merdinha” em qualquer lugar não é? Pois é, em BLAME! esse posto fica com ela, Zuru. Devido a uma ideia de sair da vila onde moram para procurar comida, Zuru consegue convencer um grupo de amigos a sair escondido e dá inicio a uma série de acontecimentos.

Killy - O "diferentozo" do novo mundo, confiável?

Killy – O “diferentozo” do novo mundo, confiável?

Killy
Versão Original | Takahiro Sakurai
Versão Brasileira | Digão Vicente

O todo “diferentão”, aparece em um momento de perigo para as crianças que fogem em busca de alimentos e se revela muito mais que um forasteiro.

Cibo – Sabe de tudo? Ou não sabe de nada?

Cibo
Versão Original | Kana Hanazawa
Versão Brasileira | Jéssica Cardia

Sempre temos um profeta que sabe de tudo e na verdade não sabe de nada e quando percebemos BANG! Sabe de tudo! Não é? Essa é a Cibo, entra na história para resolver assuntos pendentes e ajudar aqueles que mais precisam, será?

Pops - Líder da vila, protege a todos com sua própria vida

Pops – Líder da vila, protege a todos com sua própria vida

Pops
Versão Original | Kazuhiro Yamaji
Versão Brasileira | Luiz Nunes

Líder da vila que sobrevive a todo o caos que aconteceu no mundo, Pops é sempre o primeiro a tomar a frente nas decisões, liderando a todos com punhos de ferro.

Sutezo - Braço direito de Pops, segue as regras a ferro e fogo

Sutezo – Braço direito de Pops, segue as regras a ferro e fogo

Sutezo
Versão Original | Mamoru Miyano
Versão Brasileira | Rafael Quelle

Confesso que nunca sou fã dos radicais, os caras que seguem as regras 100%. Sutezo é o braço direito do Pops na liderança da vila. Cego pelas regras impostas pelo Pops, Sutezo acaba se tornando muitas vezes chato, mas não deixa de ter sua honra e glória de batalha sempre intactas.

Existem alguns personagens que não mencionei, mas os importantes estão aqui.

BLAME! estreou dia 20 de maio na NETFLIX e já está na minha lista com direito a ficar dando “joinha” toda vez que lembro.

Saca só o trailer de BLAME!